Hippotrip

Sem ideias para o fim de semana? Tem cá os primos do norte e não sabe onde os levar? Vive há 20 anos em Lisboa e não conhece nada? Pois bem, a resposta é só uma: Hippotrip!

Passear pela cidade já é bonito mas poder andar no rio e ver os nossos monumentos numa perspetiva só possível dentro de água, é a grande mais valia deste passeio. E eu, que até sou pessoa para enjoar um bocado, adorei! A entrada dentro de água é top, parece uma daquelas diversões aquáticas com gritinhos e salpicos à mistura. Depois passa e é só desfrutar da calmaria do nosso Tejo.

A primeira coisa a fazer é reservar com antecedência. Depois é levar um casaquinho e um elástico para o cabelo (mesmo). O passeio pode começar em terra ou na água, mas seja qual for o trajeto escolhido, não vai faltar diversão porque se há outra caraterística boa no Hippotrip é o guia. Puto novo, boa pinta e muito, muito divertido. Entre coisas que inventa, verdades e mistérios, ficamos a conhecer um bocadinho mais de Lisboa. E que bonita que é a nossa cidade. Vale mesmo a pena o passeio.








Monte Góis Country House

Quando marcámos as férias de verão, só tínhamos planos para a tradicional semana na Culatra. Depois surgiram as ideias de aproveitarmos uns dias para fazer remodelações na casa nova e não marcámos férias em mais lado nenhum. Mas depois fiquei a matutar e a pensar que ia regressar ao trabalho apenas com uma semana de praia e ia custar ainda mais. Por isso, decidi marcar dois diazinhos num sítio bem sossegado, bonito e com piscina para os mergulhos. E acabámos por ficar no Monte Góis Country House, perdidos num monte alentejano onde a povoação maior nas redondezas é Almodôvar. E para dar uma ideia, vimos um livro com imagens de Almodôvar à 50 anos atrás mas que bem podia ser um livro atual, não fossem as roupas das pessoas. Fora isso, não mudou nada.

Já o monte é bem giro. Tem diversos tipos de quarto, duas piscinas, um alpendre maravilhoso para as refeições e muito espaço à volta. Nós ficámos num quarto duplo que era o único disponível para a data, simpático mas pequenino, sendo que não afetou nada porque passámos os dias inteiros na piscina. Existem duas, uma mais pequena mas com a particularidade de ter a toda a volta um banco, dava para estar ali de molho horas. A outra, maior, é uma piscina panorâmica, gira gira e com um aspeto tão natural que parecia estarmos dentro de uma lagoa. Era nesta piscina que se concentravam mais pessoas (até porque a zona das espreguiçadeiras era muito fixe) e no último dia encheu até às costuras. Esse foi o único problema que dei conta no monte. Não estão preparados para ter a casa cheia. Seja porque não há espaço para estar toda a gente "à vontade", seja nas próprias refeições onde se nota uma clara atrapalhação no serviço.

Fora isso, recomendo para um fim de semana de descanso, desde que esteja bom tempo para aproveitar o espaço exterior. Até porque há volta não há muito para fazer.

Ficam umas fotos, poucas, que eu estive mais foi a pastelar na piscina e na espreguiçadeira.










As mascotes que tornam este sítio mais especial

Casa Nova - O Quarto

Todos os fins de semana são passados a fazer algo para a casa. Estamos quase há dois meses na casa nova e ainda há tanto para fazer. A sala e a cozinha estão quase "prontas", mas a aventura maior foi o quarto que serve de escritório. Decidimos gastar os últimos dias das férias para o pintar e arrumar. A experiência em pinturas era nula por isso, ficámos super contentes quando vimos no Leroy Merlin kits de pintura para tótós, com tabuleiro, rolo, trinchas, tudo o que era preciso. Faltou escolher a tinta e vou ser sincera. Cheguei à zona das tintas, fui para o corredor das tintas de interior e escolhi o cinzento mais claro que encontrei. Escusado será dizer que assim que se colocou a tinta na parede, o cinzento virou azul. Mas como pessoa otimista (e ingénua) que sou, achei que à segunda de mão a coisa resolvia-se. Não resolveu, o nosso quarto cinzento virou cinza-azulinho-bébé. Mas está giro na mesma. E se pensarmos como estava antes, puxa, está mesmo espetacular! Depois foi arrumar tudo e voilá, temos uma divisão fechada!





Lush E A Campanha Do Lobo Ibérico

A Lush é aquela loja que se sente a quilómetros de distância, tal não é o cheirinho bom que sai do seu interior. Quando quero oferecer uma prenda diferente, já sei que vou surpreender com um produto da marca. Difícil é escolher e perco-me sempre a ver e a cheirar tudo. Mas não são só os produtos que me fazem gostar da Lush, é também o conceito por detrás da marca, a missão de usar apenas produtos naturais, sustentáveis, sem testes a animais e que apoiem populações mais pobres.

Nesta última vez que fui à loja, fiquei a conhecer o Charity Pot. Trata-se de um creme para corpo e mãos cujas vendas revertem a 100% (sem valor do iva) para ações de solidariedade. Na altura, o fundo obtido revertia a favor da proteção do porco espinho, não me lembro onde, admito. Mas agora, há nova campanha em defesa do lobo ibérico. De 1 a 10 de Setembro, todas as lojas em Portugal apoiam esta causa. Por isso, é favor irem comprar o boião e ajudar o mundo a manter este bicho lindo (o mais pequeno custa 5€, não sejam forretas). E já agora, por cada compra que façam na Lush, os fofinhos dos empregados oferecem uma amostra de um produto à escolha. Qualquer um! É só escolher. Por isso, já sabem onde ir no fim de semana!

Mais detalhes da campanha aqui.


Haja Alegria Com Casal Sangria

A famosa marca de vinho Casal Garcia inovou e lançou as garrafas Casal Garcia Sangria, nas versões tinta e branca. Confesso, que se não fosse a campanha da Youzz esta novidade tinha-me passado ao lado. Não costumo percorrer os corredores do vinho nos supermercados e quando lá vou, quase sempre acabo nos lambruscos ou espumantes para... fazer sangria!

Mas graças à Youzz, recebi duas belas garrafas de sangria branca para experimentar. Ora bem, nada melhor que um dia passado à piscina, seguido de um peixinho grelhado caseiro. Deitámos o conteúdo das garrafas num jarro e juntámos apenas fruta (pêssego, maçã e laranja) e pau de canela. Bem fresquinha, marchou que foi um instante! Toda a gente gostou e não ficou nem uma pinga. Pessoalmente, acho que podia ser um pouco mais doce, mas não quis adicionar açúcar para poder mesmo sentir o sabor.

Sei que existem outras tantas marcas à venda de produtos semelhantes mas nunca comprei nenhuma. Sempre gostei de fazer a sangria, mas tenho que admitir que neste caso do Casal Garcia, é uma ótima opção quando se tem visitas para almoçar/jantar e pouco tempo para dedicar à ementa. E quando acaba o jarro... é só juntar outra garrafa e tá feito!



Para além de faltarem pessoas na foto, as crianças do fundo só tiveram direito a agarrar na garrafa e VAZIA! 

Quer Emagrecer E Não Sabe Como? Eu Explico!

É muito simples. Basta comprar uma casa grande, de preferência com três pisos e muitooooo suja. Depois basta munir-se de detergentes, panos, esfregonas e aspirador e dar uso ao corpinho. Vai ser duro, vai haver muita dor, há noite os pés vão latejar e de manhã, quando acordar, eles vão continuar a doer. Mas ao fim de uma semana disto, voilá, aqueles quilos a mais que andavam a chatear à muito tempo, desaparecem. Fácil, não é?